2 Comments

  1. Achei maravilhoso esse movimento. Há mais de 40 anos, participei de um abaixo assinado para ter uma pracinha perto de casa. Ela é hoje a Praça Vicentina de Carvalho. Foi uma luta e tanto. Criei meus 3 filhos indo frequentemente à ‘pracinha’. Depois meus filhos cresceram e vieram os netos. Nesse hiato ocorreram mudanças, mas ela continuava sempre ali. Nesse hiato de crianças, utilizei sempre como meu espaço para caminhar. Dessa forma, reencontrei as mães e avós de ex-crianças frequentadoras.
    Nos dias atuais, a Praça ganhou um up grade para ‘espaço para aniversários’ e ‘encontros sociais’. É uma evolução e tanto. Fico feliz de fazer parte da história da Praça Vicentina de Carvalho, mas sinto que no meu tempo não a utilizássemos assim ‘esse nosso espaço’.
    É a evolução do social, da cidadania e do direito de convivência com nossos semelhantes. É o transpor dos muros e portões atrás do quais tivemos de nos trancar. É o descortinar de um futuro mais humano, menos preconceitos e tabus.
    Parabéns novas gerações!

    • Oi Rosa, muito bacana o seu relato! E obrigado pela forca! Você ainda está em tempo de também interferir e atuar na praça, propondo melhorias, cuidando, articulando com seus vizinhos. Todos temos de ser de algum modo a mudança que queremos que aconteça. Você viu a lei que o Movimento Boa Praça ajudou a criar? Aqui no site tem informações. Que tal criar um comitê gestor da praça Vicentina de Carvalho? Ninguém mais indicada do que você!! Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>